Vistos por 35 mil pessoas, desfiles no Sambódromo destacaram 4 escolas

0
737

Os dois desfiles de Carnaval no Sambódromo de Bauru reuniram pelo menos 35 mil pessoas nas noites de sábado (10) e segunda-feira (12), de acordo com o levantamento da Polícia Militar (PM). A festa, que terminou às 4h15 desta terça-feira (13), transcorreu sem qualquer incidente grave, segundo a PM. A chuva, que rondou a cidade durante os dois dias, não caiu, para alívio dos sambistas e do público. Do ponto de vista estrutural, o secretário de Cultura, Luiz Fonseca, considerou o evento um sucesso e comenta sobre planos para o Carnaval do ano que vem. Cartola, Tradição da Zona Leste e Mocidade Unida despontam como favoritas. A Coroa Imperial fez um desfile de bom nível e ‘corre por fora’. Já a Tradição da Bela Vista não conseguiu realizar um Carnaval no nível das demais e terá de melhorar bastante para 2019.

“Foram removidos alguns veículos estacionados em locais proibidos, alguns pequenos tumultos contidos rapidamente pela Polícia Militar e um incidente com ambulante em local proibido. Nenhuma lesão, nem furto a veículos registrados”, afirma o Comandante Norberto Marsola Filho, sobre a segurança e o bem-estar do público.

Em relação aos atendimentos médicos, foram registradas 18 ocorrências, nenhuma grave. “A maior parte foi relacionada ao abuso de álcool e escoriações”, afirma José Eduardo Fogolin, secretário da Saúde.

Desempenho e julgamentoO secretário da Cultura avalia que as escolas fizeram um excelente trabalho e estão convidadas a formar uma Liga para o próximo ano. “Este ano foi um sucesso. Espero, sinceramente, que elas (escolas) topem o desafio. A Liga vai ajudar em todos os sentidos. Financeiramente, estruturalmente, na busca por parcerias privadas e públicas”, pontua.

Cartola, Tradição da Zona Leste e Mocidade Unida da Vila Falcão fizeram os desfiles mais aplaudidos e bem avaliados e devem disputar o título deste ano, a partir da análise de 27 jurados. São eles, os julgadores, que concentram todas as atenções a partir de agora até esta quarta-feira. Os jurados, todos voluntários, foram indicados pela Secretaria Municipal de Cultura e aprovados ou vetados pelos representantes de escolas e blocos.

Samantha Ciuffa
Ala do bloco Estação Primeiro de Agosto, que abriu a segunda noite de desfiles

“Eles receberam um manual baseado no que federações e ligas de escola de samba de outras localidades indicam, para auxiliar o que deve ter sido observado em cada quesito e como fazer uma boa avaliação”, explica Susana Godoy, diretora da Divisão de Ação Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura.

Para que haja equilíbrio, as notas vão de 7 a 10 e incluem decimais; a menor de cada quesito é excluída. “As próprias escolas optaram para que as notas fossem decimais, pois de um ponto inteiro para outro, o risco de haver alguma injustiça é maior. O resultado é que a diferença entre as escolas é sempre pequena”, lembra Susana.

A apuração será nesta quarta-feira (14), às 15h, no auditório do Centro Cultural, com a presença da imprensa, dois representantes de cada escola e um de cada bloco. Pelo sistema de som, a contagem é transmitida para a torcida que fica do lado de fora, na avenida Nações Unidas.

Confira mais fotos:

Fotos: Samantha Ciuffa
Integrante do bloco Atlético Clube Ouro Verde 100% Arte, Richard Henrique se destacou
Bateria do bloco Estrela do Samba de Tibiriçá estava animada
Ala do bloco Pé de Varsa
Destaque do bloco Pérola Negra
Paolla Rhavenna arrasou na escola de samba Tradição da Zona Leste
Comissão de frente da escola de samba Mocidade Unida da Vila Falcão
Ala da escola de samba Coroa Imperial da Grande Cidade

Clique aqui e veja mais sobre a apuração do Carnaval 2018 de Bauru

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Cultura/2018/02/vistos-por-35-mil-pessoas-desfiles-no-sambodromo-destacaram-4-escolas.html

Deixe uma resposta