Vida a dois o desafio de amar

0
1562

Por: Gisele Carneiro Maia

Consultora de saúde e educação sexual, colunista da Revista Atenção, professora de pompoarismo, palestrante, realizadora de Chás de Lingerie, educadora na Arte da Sedução com mais de 9000 alunas, e empresária no ramo de produtos sensuais há 7 anos. Atua na cidade de Bauru, região e interior de SP. Proprietária da Romântica Boutique, localizada na rua Antônio Ponce Paz, 2-07, entre quadra 15/16 da rua Bernardino de Campos. Contato: (14) 99613-5387 | www.romanticaboutique.com.br

Casais enfrentam inúmeros desafios que precisam ser superados para manter um bom relacionamento. Segundo a última pesquisa do IBGE feita em 2014, o número de divórcios no Brasil cresceu mais de 160% em 10 anos. A Consultora em Saúde e Educação Sexual, Gisele Carneiro Maia, revela os segredos para uma união saudável.

Carinho e Cuidados
Procurem preservar as atitudes de carinho do namoro, isso reforça a escolha de vocês em estarem juntos. Saiam de mãos dadas, para as mulheres isso é sinal de proteção. Deixe bilhetes criativos e de preferência apimentados. Homens, tragam uma flor quando voltarem para casa, nem que for roubada do jardim do vizinho. Demonstre seu amor fisicamente. Os carinhos e demonstrações de afeto devem ser cultivados, pois ao enfrentar alguns desafios, é o que reforça os motivos de estarem juntos.

Traição
Trair é uma questão de escolha e caráter, que pode deixar uma ferida aberta na relação, que sempre que doer, atrapalha a paz do relacionamento. Inúmeros motivos levam homens e mulheres a traírem: vingança, solidão, imaturidade, pornografia/internet – despreparo para uma relação sólida e falta de sexo – considerado o primeiro motivo para a traição de ambos.
Somos seres imperfeitos e algumas vezes metemos os pés pelas mãos, mas sempre que tiver dúvida sobre o impacto de uma decisão sobre o seu casamento, coloque-se no lugar do seu cônjuge. Você saberá o que fazer.

 

Sexo
O Sexo traz vida ao casamento, e infelizmente falta preparo e educação sexual correta. Antes de tudo, deixe de lado as crenças que os limitam de arriscar no prazer sexual, quebre bloqueios, dentro do respeito e limite de cada um. A dica é: Conversem. Falem sobre suas vontades, desejos, sem medo do que o outro vai pensar, depois, entrem em acordo e invistam na busca do prazer sexual.

 

Não adie a felicidade
Algumas pessoas esperam que a felicidade conjugal chegue quando comprarem sua casa, quando tiverem seu primeiro carro, quando encontrarem um emprego melhor, ou quando conquistarem o diploma universitário. Seja feliz agora, com o que você tem e com quem você está.

 

Deixe uma resposta