O SOFRIMENTO AUTOINFLINGIDO | Prof. Dr. Ricardo Cardenuto Ferreira

0
168

As mulheres costumam se preocupar muito com a aparência dos seus pés. Acreditam, até, que a maioria dos homens se importa muito com isso.
Existe uma crença amplamente difundida de que o pé das mulheres precisa ser pequeno e delicado para ser considerado atraente. E o pior é que eles devem caber dentro de um “sapatinho de vidro”, como o da Cinderela, para que elas possam passar no teste de beleza e feminilidade.
Por trás desse pensamento está o desejo das mulheres em utilizar os chamados “calçados femininos da moda”, tipicamente com salto alto e ponta estreita. Segundo essa ideia, utilizar calçar esse tipo de calçado torna a mulher “mais feminina”.
O problema é que esses modelos de calçados são exaltados pelos defensores da “moda elegante”, mas os chamados estilistas que criam esse tipo de sapato não se importam com o resultado que seus produtos produzem nos pés das abnegadas mulheres que insistem em utilizá-los.
Os “calçados da moda” frequentemente causam sérios problemas a médio e longo prazo para os pés femininos, provocando o aparecimento de dores crônicas, calosidades incômodas e deformidades dos dedos.
Dores e deformação nos dedos dos pés são queixas comuns no consultório médico ortopédico daqueles especialistas que se dedicam a tratar os pés.
Alguns dos problemas mais comuns, todos causados por este vilão já bem conhecido por todos nós, estão destacados na figura anexa. São eles: o joanete (hálux valgo), os dedos em garra, o dedo em martelo, os dedos elevados (supra-aduto), o joanete do dedinho e as calosidades dolorosas localizadas na parte de cima dos dedos deformados e na planta do pé (metatarsalgia).
Frequentemente essas deformidades causam muito desconforto, dificultam o uso de calçado fechado e apresentam aparência estética indesejável. Não raramente necessitam de CIRURGIA ORTOPÉDICA para que sejam corrigidas e os sintomas dolorosos possam ser aliviados.
Como a prevenção é sempre a melhor opção, antes que as deformidades se instalem, ou que elas se agravem quando já estão presentes, lamento dizer às mulheres que como especialista na área, minha sugestão é que vocês evitem, ao máximo, esse tipo de calçado.

Prof. Dr. Ricardo Cardenuto Ferreira
Médico Ortopedista Especialista em Pé e Tornozelo

_______________________________________________________________________

O Prof. Dr. Ricardo Cardenuto Ferreira é médico ortopedista especializado no tratamento de doenças do pé e tornozelo em recém-nascidos, crianças, adolescentes, jovens e idodos. Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo em 1987, fez toda sua trajetória educacional e acadêmica nesta mesma instituição.

_________________________________________________________________

Em associação com a Rede One Care de assistência médica, o Prof. Dr. Ricardo Cardenuto está atendendo consultas ambulatoriais agendadas no complexo localizado na Rua Ruy Mendes de Rosis, 1-125 – Jardim Infante Dom Henrique, Bauru – SP – Telefone: 55 14 3042-1234 – A localização é bem próxima ao Bauru Shopping e o prédio tem estacionamento próprio no local.

________________________________________________________

É possível fazer o agendamento das consultas utilizando o número do WhatsApp (55) (14) 99143-9798. Também é possível falar diretamente com os atendentes na recepção do prédio onde é feito o atendimento ambulatorial pelo telefone ou WhatsApp (55) (14) 99119-3379.

________________________________________________________________

O Prof. Dr. Ricardo Cardenuto atende semanalmente em São Paulo no Centro de Cirurgia Reconstrutiva Avançada do Pé e Tornozelo, localizado na Rua Barata Ribeiro, 380 – sexto andar – conjunto 64 – Bairro da Bela Vista – CEP 01308-000 – SP, localizado ao lado do Hospital Sírio Libanês. Telefones para contato: (55) (11) 3214-5334 e (55) (11) 98385-1600 (WhatsApp). e-mail: ricardocardenuto@gmail.com

Deixe uma resposta