Marcas, credibilidade e opinião pública

0
1629
Fernanda de Almeida é Relações-Públicas, Mestre em Comunicação e Especialista em Marketing e Planejamento Estratégico da Comunicação. É consultora, professora e diretora da Adenda – Comunicação e Marketing

Falamos muito em diferenciais competitivos, mas pouco nos atemos ao real significado deste termo no mundo corporativo, cuja aplicação remete a ideia de constituir ou indicar uma diferença em relação aos concorrentes. No entanto, cabe refletir: qualquer diferencial é garantia para que uma empresa obtenha reconhecimento positivo pela opinião pública?
Certa vez ouvi de um professor uma frase simples, mas muito coerente: “os aplausos sempre serão proporcionais ao seu desempenho”. Parece óbvio, mas, se fosse, todos os aplausos seriam dados em pé pelas plateias ao redor do mundo, e bem sabemos que não é assim.
É certo que as empresas desejam ser reconhecidas positivamente. E para isso, podem desenvolver competências e especialidades em diversas áreas, como gestão de custos (para poderem oferecer preços menores), excelência operacional, rapidez, personalização do atendimento ao cliente, inovação em produtos e serviços, entre outros; há diversas estratégias que podem gerar diferenciais. Em geral opta-se por desenvolver aquilo que o segmento de cliente atendido mais valoriza – e pelo que, em muitos casos, está disposto a pagar mais.
Mas mesmo que a empresa conquiste um diferencial e se torne muito competente em sua execução, ainda assim ela precisa de algo a mais para conquistar a opinião pública: a credibilidade. Algo que não se alcança da noite para o dia. É preciso tempo e muita coerência entre o que a empresa comunica ao mercado e o que ela realmente entrega no dia a dia, para que, ao longo do tempo, a empresa demonstre, pela sua conduta ao fazer negócios, esse diferencial que é intangível, mas perceptível em determinadas empresas. Uma percepção que é clara e uniforme para clientes, parceiros e fornecedores. É a credibilidade que traz, efetivamente, o reconhecimento da opinião pública, muito mais do que qualquer estratégia de comunicação.
É por isso que as empresas que alcançam esse reconhecimento público merecem realmente aplausos efusivos – porque credibilidade só se alcança por meio de muito trabalho – sério, consistente e constante.

Deixe uma resposta