Bruxismo: o que é e como tratar?

0
373

O bruxismo é uma disfunção referente à atividade muscular. A condição é caracterizada pela contração da mandíbula, como o ranger, apertar dos dentes e o movimento muscular involuntário.

 

Como não sabemos o que acontece com o nosso corpo enquanto dormimos, se você acorda normalmente com dores de cabeça regulares ou com os músculos da mandíbula doloridos, pode ser que esteja com bruxismo.

 

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o bruxismo afeta cerca de 84 milhões de brasileiros, o equivalente a 40% da população. Para entender melhor sobre essa disfunção, continue a leitura.

 

O que é o bruxismo?

 

O bruxismo é um transtorno que a pessoa range, desliza ou aperta os dentes, normalmente durante o sono.

 

Geralmente, essa condição pode resultar em dor e frouxidão nos dentes, e pode acabar desgastando parte do esmalte.

 

Além disso, em casos mais graves pode acarretar problemas na articulação da mandíbula, como a síndrome da articulação temporomandibular (ATM).

 

Esses movimentos acontecem de forma involuntária ou até mesmo por estresse, nervosismo, ansiedade ou fatores genéticos.

 

Quais os sintomas?

 

Nem sempre os sintomas do bruxismo são perceptíveis, algumas pessoas só notam quando alguém presencia esse apertar de dentes ou ao realizar uma visita ao odontologista e identificar os sinais.

 

Alguns dos sintomas que podem ser observados:

 

• dores de cabeça e na face que, às vezes, se confundem com dores de ouvido, sinusites ou até mesmo dores de dente;

• zumbido no ouvido;

• sensibilidade durante a mastigação;

• desgastes dentários leves;

• dores e estalos ao abrir e fechar a boca;

• trincas no esmalte dentário;

• e marcas na parte interna das bochechas e na língua.

 
 

Como é o tratamento do bruxismo?

 

Ainda não existe um tratamento eficaz para a cura do bruxismo, porém, os recursos mais indicados são as placas de mordida e o tratamento ortodôntico.

 

As placas interoclusais rígidas de acrílico são moldadas conforme a arcada dentária do paciente, feitas para ajudar a limitar o movimento dos músculos mastigatórios e reduzir o que causa o desgaste dos dentes.

 

Para os problemas de oclusão, o dentista encaminha o paciente para realizar o tratamento com um especialista em ortodontia, que corrigirá o posicionamento dos dentes.

 

Como prevenir?

 

Quando se trata de maneiras de prevenir os sintomas do bruxismo, a conscientização do paciente sobre o problema é o primeiro passo. Após isso, devem ser adotadas medidas que direcionem a mudança de comportamento.

 

• Visitar o dentista com regularidade.

• Evitar apertar os dentes em situações de estresse ou concentração.

• Introduzir atividades que gerem bem-estar na rotina.

• Realizar terapias psicológicas.

• Reduzir o excesso de atividades no dia a dia.

• Procurar não mascar chicletes ou morder objetos, como pontas de canetas.

• Utilizar a placa interoclusal antes de dormir.

 

Se não tratado, o bruxismo pode gerar severos quadros de disfunção temporomandibular, fraturas, desconfortos e dores, além de afetar a qualidade de vida.

 

Caso você tenha identificado alguns desses sintomas, entre em contato com a nossa equipe com profissionais especializados para oferecer o que há de melhor em seu tratamento para bruxismo e outras condições. Agende a sua avaliação.

 

FONTE: https://www.francischone.com.br/post/bruxismo-o-que-%C3%A9-e-como-tratar

Deixe uma resposta