Uma semana repleta de espetáculos

0
199

Iniciado em 1/9, o 7º Festival de Artes Cênicas de Bauru (Face) prossegue durante a semana com atividades gratuitas. Nesta terça-feira (11), o público poderá prestigiar “Urrou” com a artista Mônica Alvarenga, de Pindamonhangaba. A classificação etária é de 16 anos. A apresentação será às 20h, no Teatro Municipal de Bauru. Retirada de ingressos: com uma hora de antecedência.

Segundo os divulgadores, “Urrou” é um trabalho que pretende dialogar com as fronteiras entre dança, teatro e performance num manifesto ritual, poético e político. Uma mulher personificando a figura masculina do boi? Sim. “Urrou” vem retratar o empoderamento, a resistência e a força do feminino. O espetáculo é inspirado no culto do Boi Ápis do Antigo Egito e no arcabouço do Bumba meu boi, fazendo uma conexão do arcaico com o novo, do sagrado com o profano.

Antes, no período da manhã, haverá uma oficina relacionado ao espetáculo – “Bumba meu Ápis”, também com Mônica Alvarenga, na Sirius Escola de Teatro (rua São Gonçalo, 2-80), das 10h às 13h.

Por meio do estudo da dança do bumba meu boi, o curso explora os passos, os ritmos, as posturas e as manobras coreográficas populares dentro de um processo de construção da dança brasileira contemporânea.

André Murrer fotografia
Recordar Foto e Vídeo/Elisa Monteiro
Mônica Alvarenga está na peça “Urrou”, o destaque de hoje

Os participantes experimentarão possibilidades de reelaborar essa dança para organizar e criar uma linguagem corporal própria.

QUARTA-FEIRA

Nesta quarta-feira, dia 12, a programação conta com “Grazi Ellas”, com o Teatro de Garagem, de Londrina, no Espaço Protótipo (rua Monsenhor Claro, 2-57), às 20h. A classificação etária é de 16 anos. “Grazzi Ellas”, que tem atuação da atriz Mel Campus, traz à luz fatos verídicos permeados de violência, denunciando a invisibilidade legitimada socialmente. Grazzi, uma mulher transexual, mostra sua história em que foi vítima de um crime hediondo.

Na parte da manhã, o público pode conferir o workshop “Reverberações Corpóreas Trans: a construção do corpo extra cotidiano, para a rua e para a sala”, na Escola Sirius de Teatro, das 10h às 13h. A oficina apresenta um pouco da pesquisa pessoal e do processo vivido pela atriz Mel Campus, suas pesquisas sobre o teatro de rua junto à Cia Teatro de Garagem e o teatro de sala, no processo em parceria com Luan Almeida Sales e Aguinaldo de Souza.

QUINTA-FEIRA

Na quinta-feira, dia 13, o festival conta com a apresentação do espetáculo livre “Manual do Olho”, no Espaço Protótipo, às 20h, com o escritor e compositor Sinuhe LP, que lança sua poesia “Manual do Olho é voz & violão & livro”.

Um espetáculo intimista, performático, poético e musical, em que o público é convidado a enxergar com os olhos livres, como se vissem pela primeira vez.

SEXTA-FEIRA

Na sexta-feira, dia 14, o 7º Face apresenta um dos destaques de sua programação com a apresentação de “Fome.doc”, da Kiwi Cia de Teatro de São Paulo, às 20h, no Sesc Bauru. A classificação indicativa é de 14 anos.

Inspirado nas técnicas e princípios do teatro documentário, o espetáculo é um trabalho cênico que discute, sob diferentes ângulos, a fome no mundo. Da fisiologia humana à Glauber Rocha, de Oscar Wilde à João

Cabral, da Palestina ao Sudão do Sul, de Beethoven ao rock, do agronegócio ao Movimento Sem Terra, a montagem apresenta um panorama de processos sociais que revelam a desumanização, para assim vislumbrar o seu possível contrário.

SÁBADO

No dia 15 a programação conta com a palestra sobre cultura e história, dentro de uma abordagem interdisciplinar, às 11h, com Roger Marcelo Martins, da Universidade Sagrado Coração (USC). A palestra será ministrada no auditório Madre Clélia, localizado no bloco J da USC (rua Irmã Arminda, 10-50).

No período da tarde do sábado haverá duas mesas redondas: das 13h30 às 15h30, a primeira mesa, com o tema “Produção cultural no interior: desafios e realizações”, a ser realizada no auditório Madre Clélia; e das 15h45 às 17h45, haverá a segunda mesa, com o tema “A sustentabilidade na arte e o incentivo fiscal”, no auditório Madre Clélia.

O 7º Face encerra em grande estilo com o evento de encerramento “Cabaret”, às 22h de 15/9, no Espaço Protótipo, este sim com entrada a preço único: R$ 10,00 por pessoa. Trata-se de um espetáculo que compreende um conjunto de variedades e as mais diversas formas de expressão cênica – artes circenses, dança, teatro, música e performances.

SERVIÇO

Ingressos para os espetáculos disponíveis uma hora antes nos locais das apresentações. Mesas-redondas e palestra são gratuitas, mas têm lugares limitados. Inscrições para as oficinas podem ser realizadas por meio do site https://www.facebauru.art.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here