UM PARAÍSO EM AREALVA

1
6397

Restaurante Pesqueiro Boiani reúne boa gastronomia, opção de descanso e pescaria, além de um visual encantador. Tudo isso e muito mais a poucos minutos de Bauru

São 60 mil metros quadrados de lâmina d’água que refletem a exuberante paisagem do entorno. A sensação para quem chega pela primeira vez é de estar em um pedacinho do paraíso. E essa impressão logo se confirma e se transforma em um dia especial. Estamos falando do Restaurante Pesqueiro Boiani, localizado em Arealva, município a 29 km de Bauru.

O ambiente familiar, a boa gastronomia, as opções de lazer para adultos e crianças e, claro, para os apaixonados por uma boa pescaria têm atraído visitantes de toda a região. São pessoas que buscam o local não apenas para pescar, mas sim para levar a família para um dia de lazer longe da agitação das cidades. A segurança, a qualidade dos peixes e a certeza de uma pescaria farta em um ambiente harmonioso pesam nessa escolha.

Morador em Bauru, Lennon Augusto Samuel é prova disso. Ele aproveitou o domingo para uma pescaria acompanhado das mulheres da família: namorada, mãe e tia. “É muito bom aqui. É a segunda vez que venho”, disse o rapaz enquanto tirava de um dos lagos uma tilápia recém-fisgada.

O proprietário, Ismael Boiani, explica que o pesqueiro passou por reformas e ampliação e foi reinaugurado em outubro de 2016. O restaurante também ganhou atenção especial e teve o salão e a área de buffet ampliados podendo atender atualmente cerca de 360 pessoas. É o irmão, Élcio Boiani, quem está à frente do empreendimento, ao lado da gerente, Fátima Trabuco. Élcio, inclusive, também é responsável por servir a picanha na chapa no ponto exato.

No cardápio ainda estão pratos típicos da culinária caipira como porco no rolete (servido aos domingos), ampla variedade de peixes como costelinha de pacu e filé de tilápia, além de diversos pratos quentes, porções, saladas e sobremesas. E o funcionamento do restaurante não fica restrito aos finais de semana e feriados. É possível aproveitar essas delícias também durante a semana, o que torna o local uma ótima e prática opção para quem quer ter um tempinho próximo da natureza nos dias de folga ou férias.

Uma das frequentadoras mais jovens, Ana Clara, de apenas 10 meses, esbanjava charme e sorrisos durante o almoço no restaurante do pesqueiro e nos passeios com a mãe. Foi a primeira vez que ela e os pais, Mariana Caniati e Leandro Moretti, estiveram no local. A família é de Bauru e a indicação foi do avô, Luiz Orlando Moretti. “Eu já tinha vindo para pescar. Desta vez viemos passear, almoçar aqui e comemorar o meu aniversário. O pessoal não conhecia e gostou bastante”, contou Luiz.

A família e os amigos do oficial de Justiça Roberto Seabra, que são de Bauru, também viram no restaurante do pesqueiro uma ótima opção para o almoço de domingo. “Viemos para almoçar, bater papo. É muito gostoso aqui”, avalia.

Ismael Boiani, que além de empresário é prefeito de Iacanga (a 29km de Arealva), explica que o pesqueiro tem quatro tanques para pescaria e três exclusivos para engorda dos peixes. Entre os exemplares criados estão dourados, piaparas, pintados, pacus, piaussus, tilápias e matrinxãs. Alguns pintados, por exemplo, podem chegar a 30 quilos, segundo ele. Já os pacus a até 20kg e os piaussus, a 10kg.

“O pescador fica à vontade para trazer o seu equipamento de pesca e a sua isca. A gente só exige que ele traga o anzol sem farpa, para a pescaria ecológica. Como se trata de um pesqueiro ‘pesque e solte’ então o anzol não pode ter farpa, contra-fisga, para não machucar os peixes”, explica.

Boiani revela que a ideia de criar um pesqueiro surgiu há alguns anos. “Eu sou apaixonado por peixe. Fiz esses dois lagos há 30 anos, pra eu pescar e criar peixes. Meu pai era agricultor, plantava café aqui. Depois que ele faleceu eu resolvi mexer na propriedade. Eu nasci aqui, trabalhava na roça. Às vezes eu pego uma vara também, de sábado bem de tardezinha, hora que começa a escurecer. Que delícia”, enfatizou.

Quem não dispõe dos equipamentos necessários não é preciso se preocupar, já que o pesqueiro conta com varas e molinetes para locação com valores acessíveis. A taxa de pesca é de R$ 20, mais R$ 10 por cada vara extra. E se a pescaria render e o visitante quiser levar o pescado para casa para compartilhar com a família? Sem problema algum, já que os preços também são acessíveis. O quilo varia de R$ 8 a R$ 40 dependendo da espécie. E ainda dá para levar pronto para ser consumido, já que os próprios funcionários do pesqueiro fazem a limpeza a uma taxa de R$ 2 por unidade.

Moradores em Arealva, o marceneiro Luis Carlos Giati e a esposa, Sueli Giati, frequentam o pesqueiro há anos. Ele tem grande experiência em pesca esportiva e diz que costuma viajar para o município de Miranda, na região de Bonito (MS), só para pescar. Mas afirma que não troca a comodidade e a praticidade de estar tão perto de um pesqueiro com a qualidade do Boiani.

“Fica aqui pertinho, só quatro quilômetros da cidade. Já peguei pirarara aqui de 18 quilos, peguei pintado de 13 quilos. Pesco e solto. Venho aos domingos, sábados, quando tenho um tempo eu venho pra cá. Só de ficar aqui é gostoso. O lugar aqui é gostoso, aconchegante, receptivo”, contou. “É muito gostoso. A gente sempre vem e pega um peixe ou outro. Eu gosto muito de vir aqui”, disse Sueli.

E tem ainda opção para quem quer apenas apreciar a natureza depois daquele delicioso almoço, já que há uma extensa área verde. Bancos e pergolados de madeira cobertos com flores são um convite ao descanso.

Lazer para as crianças

Além de participar da pescaria junto com os pais e de aproveitar a área verde do pesqueiro, as crianças têm a opção de brincar num playground. O espaço é coberto por uma estrutura de madeira e flores da espécie tumbergia azul dão o toque final à decoração.

Tem balanço, pula-pula, escorregador e recentemente a empresa investiu na construção de uma casinha de boneca cor de rosa, que fica anexa ao parquinho. Nela os pequenos podem soltar a imaginação e desenhar à vontade com os papéis, lápis coloridos e gizes de cera que ficam à disposição.

Outra atração à parte é a ponte suspensa em um dos lagos e que dá acesso ao restaurante. Ela conta com telas nas laterais tornando o passeio divertido e bastante seguro.

SERVIÇO

Restaurante Pesqueiro Boiani

Rodovia Rodrigo Candioto Pereira, Km 2, s/n – Corcovo, Arealva (SP)

Contato: (14) 99671-1020

Horários de funcionamento

Pesqueiro – de quarta a segunda-feira, das 8h às 18h

Restaurante – de quarta a segunda-feira, das 10h às 16h

*Dourados e piaparas não são vendidos pois destinam-se apenas à pesca esportiva.

 

 

1 COMMENT

Deixe uma resposta