Paralisação: Trump pede que Senado dos EUA mude regras

0
682

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse ontem que, se o impasse que levou à paralisação do governo continuar, os republicanos devem financiar o governo mudando as regras do Senado, que atualmente exigem maioria para a aprovação das contas de dotações, mas os principais republicanos imediatamente descartaram a ideia.

O financiamento para agências federais acabou sábado com Trump e parlamentares republicanos bloqueados em um impasse com os democratas. Conforme a paralisação avança para o segundo dia, parece não haver um caminho para acabar com a crise rapidamente.

“Os Dems (Democratas) só querem que imigrantes ilegais despejem em nosso país sem controle. Se o impasse persistir, os republicanos devem ir para 51 por cento (Opção Nuclear) e votar no orçamento real e de longo prazo”, escreveu Trump no Twitter.

A proposta de Trump foi rapidamente rejeitada pelo líder republicano no Senado, Mitch McConnell. Os senadores republicanos se opõem à mudança das regras da Casa para que a lei para financiar o governo e acabar com a atual paralisação possa ser aprovada por maioria simples, disse o porta-voz.

“A Conferência Republicana se opõe à mudança de regras na legislação”, disse o porta-voz em um email. As regras atuais do Senado exigem uma super maioria de três quintos da Câmara, normalmente 60 de 100, para que a legislação supere os obstáculos processuais e passe.

O Senado votará na segunda-feira um projeto para financiar o governo até 8 de fevereiro, a menos que os democratas concordem em realizar a votação antes, disse McConnell no sábado.

Os democratas dizem que a legislação de gastos de curto prazo deve incluir proteção para imigrantes ilegais levados aos EUA quando eram crianças, conhecidos como ‘sonhadores’.

O líder do partido democrata no Senado, Chuck Schumer, acusou Trump de ser um negociador não confiável, dizendo que os dois lados chegaram perto de um acordo várias vezes, mas Trump sempre recuava frente aos pedidos dos conservadores contrários a imigração.

O democrata Chuck Schumer “colocou muitas coisas na mesa” nas negociações na sexta-feira, as quais Donald Trump aceitou e depois “retrocedeu”, disse o senador democrata Chris Coons no programa Fox News Sunday.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Internacional/2018/01/paralisacao-trump-pede-que-senado-dos-eua-mude-regras.html

Deixe uma resposta