Mulheres pecuaristas de Pirajuí formam grupo de troca de experiências no campo

0
1972

Erika Bannwart acorda cedo para cuidar do gado na fazenda da família em Pirajuí (SP). São 700 cabeças de angus e nelore. Depois que o pai morreu, Erika assumiu as rédeas da propriedade e diz que a mulher tem delicadeza e atenção no trabalho, o que faz toda a diferença.

Na fazenda, quem toma conta de tudo são as mulheres. A mãe de Erika, dona Maria de Lourdes, tem 94 anos e é uma das responsáveis pelos negócios.

Já Aparecida Napedre ajuda a manter a casa em ordem. Enquanto Erika comanda a fazenda, ela cuida dos serviços domésticos. A governanta fala que prefere trabalhar onde o comando é feito por uma mulher

Mulheres pecuaristas de Pirajuí formam grupo de troca de experiências no campo

Mulheres pecuaristas de Pirajuí formam grupo de troca de experiências no campo

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 13/05/2018)

A fazenda da família foi palco de um encontro especial. Dezenas de mulheres que integram um grupo de pecuaristas se reuniram para confraternizar e trocar experiências.

Tereza Vendramini, que faz parte da diretoria da Sociedade Rural Brasileira, é uma das porta-vozes desse movimento de mulheres do campo.

A pecuarista argumenta que o trabalho eficiente da mulher não dá margens a questionamentos.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/nosso-campo/noticia/mulheres-pecuaristas-de-pirajui-formam-grupo-de-troca-de-experiencias-no-campo.ghtml

Deixe uma resposta