Mitsubishi desenvolve o primeiro navio movido a propulsão eólica do mundo

0
312
Navio Pyxis Ocean – Imagem: BAR Technologies

A tecnologia de propulsão auxiliada pelo vento é fruto de uma parceria entre Cargill, Mitsubishi e Yara Marine, o navio consegue reduzir o consumo de combustíveis fósseis dos navios em até 30%.

A Cargill, Mitsubishi, BAR Tech e a Yara Marine anunciaram que o navio, Pyxis Ocean, da Mitsubishi é a primeira a passar pela instalação e implantação da tecnologia de propulsão eólica WindWings da BAR Tech, entregue pela parceira de industrialização Yara Marine. A instalação, programada para implantação no início de 2023, é o próximo passo em uma colaboração lançada em 2019 entre a Cargill e a MC Shipping, o braço direito de transporte da Mitsubishi, para aumentar a economia de energia e reduzir as emissões combustíveis de entregas internacionais. Esta primeira implantação com dois propulsores eólicos acelera significativamente o impulso da empresa rumo a descarbonização.

Nova tecnologia da Cargill, Mitsubishi e Yara Marine prometem revolucionar a indústria naval

O projeto exemplifica o tipo de colaboração necessária na indústria naval para acelerar a transição energética. Dois propulsores eólicos chamados de WindWings serão entregues pela Yara Marine e instaladas no navio Pyxis Ocean, com uma dessas alas financiada pela União Europeia como parte do Projeto CHEK Horizonte 2020 da UE, dedicado a demonstrar soluções para descarbonizar o transporte marítimo internacional.

Windwings, a tecnologia de propulsão eólica que pode reduzir o consumo de combustíveis fósseis dos navios em 30%

O navio graneleiro Pyxis Ocean representa os desafios que a transição energética impõe à frota global. Com navios de até 9 anos que representam 55% da frota mundial de graneleiros e 51% de todos os navios na água, a indústria naval precisa urgentemente de soluções de modernização capazes de descarbonizar os navios existentes, juntamente com a pesquisa e o desenvolvimento de futuras fontes de combustível limpo, como gases renováveis ​​e hidrogênio verde.

“A comunidade de armadores e afretadores está sob pressão para tomar medidas proativas e materiais para enfrentar os desafios imediatos e emergentes para a transição energética em seus navios existentes,”, disse Takafumi Oka, gerente geral do Departamento de Navios da Mitsubishi.

Tecnologia de última geração

“Nossa parceria com a Cargill demonstra o esforço colaborativo necessário para alinhar objetivos estratégicos entre as partes interessadas e garantir que a frota global possa acompanhar as demandas em evolução para reduzir o impacto ambiental de nosso setor. Tem sido uma jornada emocionante com contrapartes multinacionais como Cargill, BAR Tech, Yara Marine, DNV e uma empresa de engenharia Cybermarine para superar desafios juntos e fazer isso acontecer, e esperamos ver muitas dessas colaborações em nossa indústria marítima em escala”, disse Jan Dieleman , presidente da divisão de frete marítimo da Cargill.

A instalação dos propulsores WindWings da Cargill e da MC Shipping demonstra uma mudança radical nas atitudes em relação às tecnologias como meio de permitir a transição energética para as embarcações existentes.

As reduções no consumo de combustível através da exploração da energia eólica como combustível geram o duplo benefício de custos de combustível mais baixos e emissões mais baixas, impulsionando de forma acessível a frota global em seu caminho para a descarbonização.

FONTE: https://clickpetroleoegas.com.br/mitsubishi-desenvolve-o-primeiro-navio-movido-a-propulsao-eolica-do-mundo/

Deixe uma resposta