Idosos aprendem a usar smartphones para ficar ‘perto’ de filhos e netos

0
204
Curso Dominando SmartPhone e Redes Sociais, na Associação dos Aposentados Maria Bernadete Matos

Se, hoje em dia, as novas gerações parecem já nascer sabendo usar um smartphone, muitos daqueles que têm mais idade ainda enfrentam grandes dificuldades. Exatamente com o intuito de transpor esse “abismo tecnológico” e se aproximar de filhos e netos, idosos iniciaram ontem o curso “Dominando o smartphone e as redes sociais”, promovido pela Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Bauru e Região (AAPIBR). A capacitação, que existe há dois anos, tem duração de três meses.

No último domingo, o JC trouxe, inclusive, manchete sobre a consolidação e diversificação do mercado de serviços voltados à qualidade de vida dos idosos. Tal curso é mais um exemplo dessa realidade.

Malavolta Jr.
Professor José conta que as principais dúvidas são configurações básicas

De acordo com o professor José Aparecido do Nascimento, a maioria dos estudantes busca aprender as configurações básicas do telefone celular, além de instruções de uso do WhatsApp e do Facebook. “Geralmente, o objetivo é de se comunicar com a família, de forma fácil e quase que instantânea”, acrescenta.

Para tanto, as aulas são ministradas duas vezes na semana, por três meses. Os associados da entidade têm desconto especial na mensalidade desta capacitação.

Malavolta Jr.
A aposentada Ivair Sampaio de Figueiredo, de 71 anos, apenas faz ligações

Ainda segundo o professor, as dúvidas mais corriqueiras giram em torno das configurações do smartphone, como ligar e desligar; abaixar ou aumentar o volume; conectar o Wi-Fi; usar o teclado virtual; administrar e criar contatos; utilizar o mapa e o GPS; e enviar mensagens via SMS, e-mail, WhatsApp e Facebook.

Este é o caso da aposentada Ivair Sampaio de Figueiredo, de 71 anos, que apenas faz ligações. “O meu neto de 6 anos faz de tudo com o celular e eu tenho dificuldade, até mesmo, de me aproximar dele”, revela.

Malavolta Jr.
O aposentado José Venâncio, de 66, comprou o seu telefone celular recentemente, mas só sabe ligar e desligar

Ivair conta, também, que prefere ligar do que mandar mensagens de texto, porque não sabe usar o teclado virtual. Entretanto, muitas vezes, o interlocutor, que é alguém da família, não pode atender naquele momento.

DISTÂNCIA

O aposentado José Venâncio, de 66, comprou o seu celular recentemente, mas só sabe ligar e desligar. “Eu gostaria de aprender a mandar mensagens de texto para conversar com o meu filho, que não vive no município”.

Já a aposentada Maria Bernadete Matos, de 73 anos, sabe bastante coisa. Contudo, optou por fazer o curso para se aprofundar, principalmente, no que diz respeito à instalação de aplicativos. “Eu mando mensagens pelo WhatsApp e Facebook, porém, não consigo baixar aplicativos”, constata.

Desta vez, sete alunos participam da iniciativa, que distribui, ainda, apostilas explicativas para melhor atendê-los.

SERVIÇO

Se alguém se interessar pela capacitação, basta procurar pela secretaria da Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Bauru e Região, que fica na rua Júlio Prestes, 1-58, na região central de Bauru. Mais informações pelo telefone (14) 3233-6437.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Geral/2018/09/idosos-aprendem-a-usar-smartphones-para-ficar-perto-de-filhos-e-netos.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here