Governo confirma que criança de Lençóis Paulista tinha doença rara e não teve reação após vacina

0
267
Foto: Joabe Guaranha/ Prefeitura de Bauru

O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de São Paulo informou que concluiu nesta quinta-feira (20/01), a investigação que descartou o evento adverso pós-vacinação na criança de 10 anos de Lençóis Paulista.

“Não existe relação causal entre a vacinação e quadro clínico apresentado. A análise realizada por mais de 10 especialistas apontou que a criança possuía uma doença congênita rara, desconhecida até então pela família, que desencadeou o quadro clínico”, afirma a nota divulga nesta tarde.

Os detalhes sobre a doença não foram divulgados até o momento. A 96FM acompanha o caso.

Ontem, de forma preventiva, Lençóis suspendeu a vacinação infantil após o registro do caso. A criança, que já tinha asma, passou mal na terça-feira, 12 horas após receber a vacina pediátrica da Pfizer. Ela foi encaminhada para o Centro Médico da Unimed, em Botucatu, onde permanece sob observação. De acordo com a família, ela está bem e estável.

Inclusive, o resultado da investigação do Centro de Vigilância foi possível após análise de exames realizados na unidade de saúde e debate entre as equipes do Centro, do Hospital e especialistas.

“A Secretaria de Estado da Saúde reforça a importância da vacinação e reafirma que todas os imunizantes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária são seguros e eficazes”, finaliza a nota.

FONTE: https://96fmbauru.com.br/governo-confirma-que-crianca-de-lencois-paulista-tinha-doenca-rara-e-nao-teve-reacao-apos-vacina

Deixe uma resposta