Cresce a procura de mulheres por curso para assentar pisos e azulejos

0
1088

O curso de assentador de pisos e azulejos oferecido pelo Centro Municipal de Formação Profissional prefeito Ideval Paccola (CMFP), que fica em Lençóis Paulista (43 quilômetros de Bauru), vem despertando a atenção das mulheres do município. A primeira turma, formada no bimestre passado, foi composta exclusivamente por homens. Já a segunda turma, de dez alunos, conta com quatro mulheres.

As novas alunas são Maira Hendi, Márcia Aparecida Costa Fusco, Andréia de Lima e Lucélia Batista Duda. “Elas são muito detalhistas, eu diria perfeccionistas, e por isso o resultado é dos melhores. Captam bem as instruções e não têm preguiça em questionar quando bate a dúvida”, elogia o professor Severino Gonçalves de Lima.

As alunas contam que souberam do curso pelo site do CMFP ou enquanto participavam de outros cursos no local. Questionadas se gostariam de seguir carreira, elas dizem que, primeiro, pretendem realizar as obras necessárias nas próprias residências.

A diretora do CMFP, Priscila Orsi Moretto Boarato, também destaca a dedicação das inscritas. “Elas não têm preguiça e ‘garram’ no trabalho com muita disposição. Trabalham durante o dia e ainda encontram força para estudar e aprender uma nova profissão à noite”, declara.

Para a vice-prefeita e presidente do Fundo Social de Solidariedade do município, Cíntia Duarte, o curso é uma oportunidade para que essas mulheres se qualifiquem para ingressar no competitivo mercado de trabalho da construção civil.

“Eu fiquei muito feliz em saber que tínhamos mulheres nessa nova turma. Isso mostra que homens e mulheres podem sim cada vez mais desempenhar diversos papéis dentro do mercado de trabalho e, com certeza, logo teremos boas notícias dos nossos alunos”, afirma.

O CURSO

O curso de assentador de pisos e azulejos veio para Lençóis Paulista através do Fundo de Solidariedade e terá quatro turmas de 10 alunos cada até o final de 2018, com carga de 60 horas e aulas às terças e quintas-feiras, das 19h às 22h.

O material utilizado para o ensino, EPis, sala de aula e parte das ferramentas foram doados pelo governo do estado e o CMFP completou o restante, com ajuda da Secretaria da Saúde.

As aulas práticas ocorrem no prédio ao lado da Unidade de Saúde da vila Ubirama onde, em breve, funcionará a Clínica de Castração de cães, ligada à pasta municipal da Saúde.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Regional/2018/07/cresce-a-procura-de-mulheres-por-curso-para-assentar-pisos-e-azulejos.html

Deixe uma resposta