CPFL faz nova proposta sobre derrubada de árvores nos Altos

0
924
Fios Entre os Galhos de Árvores Araujo Leite ao lado do Bosque

A CPFL Paulista fez uma nova proposta à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma), após a polêmica sobre o projeto de supressão de 174 árvores da região dos Altos da Cidade, com o intuito de evitar os apagões nesta área. Agora, a companhia se dispôs a doar 500 espécies nativas para a compensação e deixou a cargo do município decidir quantas árvores serão cortadas.

A ideia ainda será apreciada pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), na próxima semana. De acordo com o titular da Semma, Sidnei Rodrigues, a empresa está aberta ao diálogo e, desta vez, ofereceu 500 espécies nativas (antes, eram duas mudas por cada árvore suprimida), de 1,80 metro a 2,30 metros, para que o município faça o plantio nos Altos, sem cortar as 174 árvores, por enquanto.

Ainda segundo Rodrigues, a CPFL deixou a cargo do município escolher quantas espécies serão cortadas e quando fazê-lo.

O secretário adianta que, como envolve um projeto a ser ampliado por toda a cidade, precisa submetê-lo à avaliação do Comdema. “A supressão ocorreria em outro momento, desde que seja aprovada pelo Conselho”, acrescenta.

PLANO DE MANEJO

Conforme o JC noticiou, o contato de determinadas árvores com a chamada rede primária de distribuição é o maior responsável pela queda brusca de energia. A ideia da companhia é cortar algumas espécies em toda a cidade, contanto que haja autorização do município e a devida compensação. Só em 2017, a cidade teve 100 desligamentos provocados por este motivo.

Recentemente, a CPFL Paulista escolheu os Altos da Cidade para fazer o seu levantamento inicial, porque esta é a região com maior incidência de apagões.

Além disso, a Polícia Civil ficou de oficiar a Semma para apurar se o corte das árvores é, realmente, necessário. O delegado Dinair José da Silva também quer conhecer o Plano de Replantio e quando ele ocorrerá. Até o momento, o secretário Sidnei Rodrigues não recebeu qualquer notificação neste sentido.

Em nota, a assessoria de comunicação da CPFL alega que o projeto “Arborização Segura” ainda está sendo formulado, em parceria com a Semma. A distribuidora esclarece, também, que divulgará novas informações, assim que as tratativas chegarem ao fim.

Convênio

O vereador José Roberto Segalla (DEM) vem cobrando a parceria entre prefeitura e CPFL, no que diz respeito à substituição de árvores que oferecem risco para a rede elétrica. O parlamentar pede a formalização de um convênio, para que a ação seja feita em toda a cidade. O vereador Natalino da Silva (PV) solicita que a concessionária realize as trocas no município inteiro.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Geral/2018/08/cpfl-faz-nova-proposta-sobre-derrubada-de-arvores-nos-altos.html

Deixe uma resposta