Caminhamos juntos

0
2264
Foto: Pixabay

Editorial – #390

Bauru é uma cidade caridosa, onde as pessoas ajudam crianças, adultos e idosos necessitados. A ajuda surge de inúmeras formas: através de um abraço caloroso, doações de brinquedos, alimentos, utensílios, roupas, enfim, são inúmeras igrejas realizando ações sazonais, associações fazendo campanhas, pessoas de crenças diferentes, pensamentos distintos, mas com um objetivo: ajudar o próximo. Pode ser que você não tenha tempo de participar de uma campanha, ou de uma associação, mas tenho certeza que algo você tem em casa que pode doar para quem precisa. Basta vasculhar seu guarda-roupa, que encontrará roupas que não usa mais, ou até mesmo o quarto de brinquedos do seu filho, que deve ter boneca ou carrinho que podem ser doados se estiverem em bom estado. E não importa o que vai doar, e sim doar com o coração. Todas essas afirmações foram corroboram com o que conversei em uma entrevista com a presidente da Associação Bauruense de Combate ao Câncer (ABCC), Cristina Aidar, que garante receber toda a solidariedade dos bauruenses. A ABCC cuida de crianças e adultos com câncer atendidos pelo SUS, proporcionando cestas básicas, perucas, lenços e entretenimento aos pacientes. Vale a pena ler a matéria e ajudar também. A entrevista é com o nosso prefeito eleito Clodoaldo Gazzetta, onde foi questionado sobre seus projetos e desafios que enfrentará nos próximos anos. E como muitos sabem, as multas ficaram mais caras e novas regras foram impostas aos motoristas infratores. Por isso, conversamos com o comandante do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar (PM), tenente José Sérgio de Souza, sobre as novas alterações no Código de Trânsito Brasileiro-CTB. Seis novos artigos foram inseridos na Lei e outros 28, alterados. Entre as mudanças mais significativas estão: quem falar no celular ou manusear o equipamento enquanto estiver dirigindo cometerá infração gravíssima (R$ 293,47 e 7 prontos na carteira). Esses e outros assuntos você encontrará nas próximas páginas. Boa leitura e até a próxima edição.

Deixe uma resposta