Área anexa ao Horto abrigará centro para tratar cães e gatos

0
842
Por JCNET
Prefeito Gazzetta visitou o local nessa quinta (30); Assenag será parceira no projeto

Uma área anexa ao Horto Florestal em Bauru será o futuro Centro de Reabilitação de Animais Domésticos. Esta é a promessa do prefeito Clodoaldo Gazzetta, que visitou o espaço nessa quinta-feira (30). O complexo veterinário deve contar com centro cirúrgico, clínica, sala de primeiros-socorros e abrigo para cães e gatos recolhidos em situação de rua ou de abandono.

O local abrigava a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), órgão ligado ao governo do Estado. Após negociações, iniciadas em 2016, a área foi cedida à prefeitura.

Na última semana, funcionários da Secretaria das Administrações Regionais (Sear) e da Secretaria do Meio Ambiente (Semma) fizeram a capinação e limpeza do local.

As antigas instalações da Cati passarão por reformas e adequações para atender as atividades previstas. Não foi divulgada a previsão de quando o local começará a funcionar.

“Animais que estiverem com boa saúde serão castrados e encaminhados para adoção. Aqueles que estiverem com saúde debilitada ficarão em quarentena em áreas separadas dos demais, até que sejam tratados e também tenham condições de serem castrados encaminhados para adoção”, destaca a prefeitura.

O trabalho no Centro de Recuperação será feito por profissionais contratados e também voluntários da causa animal. A administração será supervisionada pelo Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais (Comupda).

“Muitas vezes, a gente resgata um animal e não tem onde deixá-lo até se recuperar. O Conselho vem trabalhando nessa questão há muito tempo. Foram muitos requerimentos junto ao poder público e ficamos felizes de o prefeito não ter desistido desta área. Agora que conseguimos, temos muito trabalho pela frente para colocar tudo isso em funcionamento”, afirmou a presidente do Comupda, Thaís Viotto.

PARCERIA

A Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bauru (Assenag) será parceira e se colocou à disposição para fazer vistoria técnica e realizar o projeto de reforma. O Conselho Regional de Medicina Veterinária será acionado para que todas as instalações atendam às exigências do setor. Parte dos recursos para manter o local será da própria prefeitura. Outra parte virá de parcerias e contrapartidas ao município.

Para o prefeito Gazzetta, a criação do Centro é a ação mais importante nesse setor realizada na cidade nos últimos 20 anos. “É uma soma de esforços: o governo do Estado que cedeu esse lugar, a Assenag também entrando com a questão do projeto de recuperação dos prédios e as ONGs, que já trabalham com a causa animal há muito tempo. Mas, agora, é um espaço público, onde todos vão poder trabalhar e ajudar. É uma grande parceria em prol de uma causa justa e importante para a cidade”, disse.

Além do prefeito e de representantes do Comupda e da Cati, estiveram no local ontem o representante do Núcleo Gestor do Município, Luiz Pires, os secretários do Meio Ambiente, Sidnei Rodrigues, e das Administrações Regionais, Donizete do Carmo dos Santos, e os vereadores Fábio Manfrinato e Yasmim Nascimento.

Fonte: https://m.jcnet.com.br/Geral/2019/05/rea-anexa-ao-horto-abrigara-centro-para-tratar-caes-e-gatos.html

Deixe uma resposta