30 anos de arte em 30 peças

0
1132

O artista plástico Gastão Debreix celebra 30 anos de carreira com sua Exposição Individual (cerca de 30 peças). Gratuita, a mostra estará disponível desta quarta-feira (29) até o dia 29 de outubro na Paux (casa dedicada ao design contemporâneo).

De acordo com ele, os materiais utilizados vão desde tinta sobre lona, passando por metal e madeira, até o acrílico. Já a sua técnica preferida corresponde à serigrafia, além do uso de objetos tridimensionais.  Algumas das peças estarão à venda.

“Inclusive, a exposição terá o objetivo de angariar recursos para outra mostra, marcada para o dia 8 de dezembro deste ano, na Galeria Virgílio, em São Paulo, sob responsabilidade do curador Daniel Rangel”, revela Gastão – nascido em Guaiçara, “iniciado” na arte ainda na marcenaria do pai em Pirajuí e, há anos, morador de Bauru.

O ARTISTA

Arquivo Pessoal
Narciso: espelho serigrafado e moldura (obra é de 2017)

Gastão dedica-se à poesia, às artes visuais, ao design e ao ensino das artes. Como artista plástico e poeta visual, tem participado, nos últimos 30 anos, de inúmeras exposições em Bauru, São Paulo (Sesc Pompeia, Sesc Vila Mariana, FAAP, Galeria Virgílio, IA-Unesp, Caixa Cultural, Baró Galeria e Galeria Andrea Rehder), Rio de Janeiro (Caixa Cultural) e EUA (Austin, no Texas).

Além de publicações autônomas, Debreix veicula os seus trabalhos em revistas independentes, como a Artéria. Desde o início de 1990, ele também desenvolve projetos para a Arte Postal.

O artista plástico é instrutor artístico da Divisão de Ensino às Artes (DEA) de Bauru, vinculada à Secretaria Municipal de Cultura.

SERVIÇO

Exposição Individual (de Gastão Debreix): de 29/8, hoje, a 29 de outubro, na Paux Design Contemporâneo – situada na avenida Comendador José da Silva Martha, 8-08, em Bauru. A entrada é gratuita e a mostra ficará disponível de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. (14) 3206-5262.

Veja mais algumas abaixo:

Fotos: Arquivo Pessoal
Arte Grade Ouro: serigrafia (a obra é de 2018)
Poesia Dado: 1.890 dados colados em madeira (a obra é de 2018)
Pôr do Sol: caligrama datado de 1988
Arquivo Pessoal
Varal: caligrama datado de 1988
Poesia Dado Subserviva, colada sobre a madeira (de 2018)
Tramacrílica: serigrafia com tinta acrílica sobre tela (de 2018)
Fonte: https://m.jcnet.com.br/Cultura/2018/08/30-anos-de-arte-em-30-pecas.html?utm_source=Whatsapp&utm_medium=referral&utm_campaign=Share-Whatsapp

Deixe uma resposta