Sem chuvas, DAE programa retorno do sistema de rodízio 24/48h

0
309

Devido à falta de chuva e a temperatura em elevação, o nível da lagoa de captação do rio Batalha está em declínio acelerado, registrando hoje (05), 2,66 m. Para a recuperação do manancial e manter a constância no abastecimento, haverá necessidade de distribuição da água de acordo com a capacidade da lagoa nos próximos dias.
Assim, o Departamento de Água e Esgoto (DAE), informa que, caso não haja precipitações volumosas a ponto de estabilizar a lagoa no seu nível ideal de 3,20m, será necessário retornar ao sistema de rodízio 24/48h a partir de segunda (8) nos bairros atendidos pelo sistema Batalha/ETA.
Para minimizar os efeitos da redução da produção de água distribuída pelo manancial, o Departamento está programando dividir os bairros em três grupos de revezamento, a ser divulgado neste sábado (06).
Durante a reversão do sistema (troca de abastecimento de uma região para outra), o setor atendido naquele momento não começa a receber água de maneira imediata. Isso porque é necessária a recuperação do mesmo (“enchimento” das redes), que pode levar algumas horas, dependendo do tamanho e consumo de cada região.
Por conta disso, inclusive, a reversão do sistema será feita sempre durante a madrugada, período de menor consumo pela população. A medida não possui prazo definido e será interrompida assim que o nível da lagoa voltar a ficar equilibrado. O DAE salienta a importância do uso racional de água pela população.
As demais regiões, que são abastecidas por água subterrânea (poços), não serão afetadas pela interrupção no abastecimento de água.
O DAE disponibiliza caminhões-pipa para o atendimento nas regiões afetadas através do 0800-7710195, que recebe ligações apenas de telefone fixo, ou 3235-6140 e 3235-6179 para ligações feitas por aparelho celular.

Assessoria de Comunicação DAE Bauru

Deixe uma resposta