São Paulo adia em uma semana pedido de registro da Coronavac na Anvisa

0
430
Caixas da Coronavac, vacina da farmacêutica Sinovac em conjunto com Instituto Butantan Foto: Thomas Peter/Reuters (24.set.2020)

O governo de São Paulo adiou a entrega dos estudos finais da Coronavac e o pedido de uso da vacina à Anvisa, que seria nesta terça-feira (15), para o dia 23. A estratégia agora é entregar um estudo completo da vacina associado à certificação pelo governo chinês.

A informação é do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, à CNN.

A expectativa no governo paulista é de que a China conceda o registro definitivo da Coronavac em cerca de três dias.

Isso colocaria mais pressão sobre a Anvisa, uma vez que a vacina passaria a ter registro da NMPA (Administração Nacional de Produtos Médicos), a Anvisa chinesa.

Há uma lei brasileira que, desde maio, estabelece prazo de 72 horas para a Anvisa liberar a importação de insumos e medicamentos já certificados por outras agências reguladoras.

A lei cita 4 agências estrangeiras reconhecidas pelo Brasil, entre elas a NMPA. Há ainda a Food and Drug Administration (FDA), que recentemente certificou a vacina da Pfizer e também a European Medicines Agency (EMA) e a Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA).

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/12/14/sao-paulo-adia-em-uma-semana-pedido-de-registro-da-coronavac-na-anvisa

Deixe uma resposta