Região da Quinta da Bela Olinda vai ter um ‘boom’ populacional

0
458
Moradias em construção totalizam 7 mil unidades / Crédito: Bruno Freitas

Região Nordeste de Bauru ganha primeiras 1.319 de um total de 7 mil novas casas; impacto será de 20 mil moradores

A Quinta da Bela Olinda, somando os demais bairros anexos da região “Nordeste” de Bauru, como o Jardim Ivone e Distrito 4, receberão nos próximos anos um aumento superior a 20 mil moradores. E a infraestrutura está programada, afirma a prefeitura. Trata-se de uma ampliação significativa exercida pela Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), na gestão Clodoaldo Gazzetta (PSDB), que encerra mandato em 31 de dezembro definindo 10 empreendimentos com quase 7 mil novas moradias populares. A maioria de construtoras privadas cujas contrapartidas financeiras ao Município vão revitalizar áreas públicas, duplicar ruas, construir calçadas e transformar lagoa em um parque municipal.

Segundo a secretária Letícia Kirchner, da Seplan, o Vida Nova Bauru 1 já construiu 677 unidades. O Vida Nova Bauru 2 está erguendo 461 casas e o Reserva Bauru está construindo 191 moradias. Os demais empreendimentos privados estão em reta final de aprovação e terão início a partir de 2021. São eles o Cidade Alegre 1 (653 unid.), Cidade Alegre 2 (593 unid.), Cidade Alegre 3 (589 unid.), o Azevedo (1.155 unid.) e Novo Quinta (745 unidades).

Há também os empreendimentos públicos, de dois programas. O “Nossa Casa”, que trará para o bairro 500 moradias numa parceria entre Município e Estado, em que o convênio já foi assinado, segundo a Seplan, e o “Programa Municipal”, cujo edital será republicado nas próximas semanas e objetiva erguer 1.420 residências.

“GANHA GANHA”

Um ganho populacional desta magnitude impacta também na necessidade de infraestrutura, como saneamento básico, asfalto, saúde e educação. Segundo a Seplan, estas melhorias estão no projeto “Masterplan”, que vai beneficiar não só os novos 20 mil moradores, mas todos os já existentes do que é chamado agora de região “Nordeste” da cidade.

De acordo com Letícia Kirchner, estão mais próximos de ficar prontos, já em 2021, a construção de calçadas na rua Bertholdo do Carmo e uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) no loteamento Vida Nova Bauru. E para esta semana deve entrar em uso o novo semáforo do acesso entre a Quinta da Bela Olinda e a Vila São Paulo, na marginal da rodovia Bauru-Iacanga (SP-321). Os recursos são de contrapartida de empreendimento privado.

“HISTÓRICO”

Gazzetta acrescenta que este é o maior investimento da história naquela região. “Foi um esforço coletivo que resultou em mudança da legislação do perímetro urbano. A Quinta foi beneficiada por ter vários espaços vazios. Todas as obras de infraestrutura vão mudar a cara da região e resolver problemas históricos dos bairros”, comenta o prefeito.

Estão no projeto do Município, para esta região, as novas galerias no Parque Giansante, com emenda parlamentar de R$ 960 mil do deputado federal Capitão Augusto, a rede de Esgoto no Jardim Ivone e Quinta da Bela Olinda II. Estas obras já foram licitadas pelo DAE e o investimento é de R$ 6 milhões. A autarquia também vai perfurar, com recursos próprios, um novo poço com vazão de 220 mil litros por hora.

Toda a região da Quinta receberá investimento de R$ 30 milhões para implantação da rede água, esgoto, asfalto e drenagem. A obra será custeada pelos proprietários originais da gleba em parceria com construtora, por meio de Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público. Haverá ainda implantação de iluminação, prolongamentos e duplicações de ruas naquela área. O investimento é de R$ 12 milhões.

A revitalização da Lagoa da Quinta da Bela Olinda, sonho antigo dos moradores, custará R$ 8 milhões. Ainda segundo o projeto, serão construídos duas novas EMEII, uma EMEF e um Centro Dia do Idoso.

Deixe uma resposta