Produção de diesel no Brasil cai 8% até abril e é a menor em 15 anos, diz ANP

0
1312
LUXEMBOURG - MAY 29: A driver fills up the tank of his car with diesel at a fuel station on May 29, 2008 in Luxembourg city. Customers are driving up to 100 km from neighbouring countries Belgium, France and Germany to fill up their vehicles with fuel, which is much cheaper in Luxembourg due to lower taxes. (Photo by Mark Renders/Getty Images)

A produção de diesel no País nos quatro primeiros meses do ano foi a menor para esse período em 15 anos. Os dados estão no relatório de produção da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). De janeiro a abril, foram produzidos 12 367 bilhões de litros, 8% menos do que no mesmo período do ano passado. As refinarias da Petrobras, que respondem por 99% da produção de derivados, entregaram 12,224 bilhões de litros.

No mesmo período, a produção de gasolina alcançou 7,902 bilhões de litros, 11% menos do que os 8,919 bilhões de litros produzidos no primeiro quadrimestre de 2017. Foi a menor produção para o período entre janeiro e abril desde 2011. Nas refinarias da Petrobras, a queda da produção de gasolina no período foi de 6%. A petroleira entregou 32,573 bilhões de litros de gasolina no período.

Não à toa, em vídeo distribuído aos funcionários em seus últimos dias no comando da Petrobras, Pedro Parente respondeu às críticas sobre a produção de derivados e sobre o aproveitamento da capacidade de refino. No vídeo, ele declarava não ser responsável pela “carga das refinarias” e dizia que não saberia como estabelecer isso. “Não tenho esse poder. Nem saberia fazer” dizia.

O assunto também foi abordado na série de vídeos pelo gerente executivo de logística da companhia, Cláudio Rogério Linassi Mastella, indicando que o tema mobiliza o debate interno dos funcionários. “Nossas refinarias têm capacidade de transformar petróleo em derivados mais valiosos, mas existe um ponto ótimo. A partir de um determinado ponto, começamos a gerar derivados que valem menos ou que não têm mercado perto de onde produzo, e começo a gerar custos de transporte”.

A queda mais significativa na produção de diesel ocorreu nos meses de janeiro e fevereiro, quando a média mensal de diesel produzido foi 16% menor da média mensal verificada em 2017. Em março, a produção voltou ao patamar médio mensal praticado em 2017, mas ainda cerca de 10% abaixo da média mensal verificada nos últimos anos. É que no ano passado, a produção já foi bem menor que em anos anteriores. Na média mensal, ficou 11% abaixo da média mensal de 2016.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Nacional/2018/06/producao-de-diesel-no-brasil-cai-8-ate-abril-e-e-a-menor-em-15-anos-diz-anp.html

Deixe uma resposta