Previdência: responsabilidade com o país

0
688
***ARQUIVO***PORTO ALEGRE, RS, 25/08/2018: Fachada do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em Porto Alegre (RS). (Foto: Evandro Leal/Agência Freelancer/Folhapress)

No meio de tantas ideias contrárias do nosso ambiente político, acredito que uma seja consenso: precisamos aprovar medidas que coloquem o Brasil nos trilhos de um crescimento econômico. Precisamos sair do atual estado de estagnação, desemprego e de amarras burocráticas que tanto travam nosso desenvolvimento.

O meu partido, o PRB, tem discutido amplamente a necessidade de uma reforma da Previdência Social. Esse, para nós, é o pontapé inicial para seguirmos adiante com novas discussões. Nossa bancada de 31 deputados federais e 1 senador, tendo como líder o ex-ministro e atual 1º vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira, tem dialogado com o presidente Jair Bolsonaro e, com certeza, fará sua contribuições no momento mais oportuno. Para isso, a bancada está liberada para votar conforme o andamento das discussões.

Na semana passada, 13 partidos apresentaram documento se posicionando contra a inclusão do benefício assistencial ao idoso e à pessoa com deficiência (BPC), da aposentadoria rural e contra a desconstitucionalização da Previdência.

O PRB foi um dos signatários do documento. Para votar a reforma, o partido não fez exigência de cargos, mas quer que os deputados sejam recebidos pelos ministros e que esses estejam abertos ao diálogo. O PRB defende a retirada de privilégios. De todos.

A bancada republicana não permitirá que o peso de uma reforma recaia apenas sobre os mais humildes.

Fonte: https://m.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=255436?utm_source=Whatsapp&utm_medium=referral&utm_campaign=Share-Whatsapp

Deixe uma resposta