Prefeito Clodoaldo Gazzetta dá adeus ao seu maior apoiador

0
455

O adeus a Clodoaldo Gazzetta, pai do prefeito de Bauru, foi marcado por forte comoção de familiares e conhecidos. Centenas de pessoas acompanharam, nessa quinta-feira (23), o velório e sepultamento, entre parentes e amigos, além de cidadãos, servidores públicos, secretários de governo e políticos. Muito emocionado, o chefe do Executivo disse que perdeu um dos maiores apoiadores, tanto na vida pessoal quanto nos desafios de homem público.

Pallu Roberto/Assessoria prefeitura
Sepultamento de Clodoaldo Gazzetta, pai do prefeito, ocorreu nessa quinta-feira (23) no Cemitério da Saudade

“Ele sempre vibrou muito com a minha intenção de ser prefeito. Acho que o meu pai e minha mãe eram os meus maiores torcedores durante as minhas campanhas eleitorais, a ponto de me ajudar em todas. Nunca me lembro de meu pai me questionando. Lembro-me de quando ganhei a eleições municipais (em 2016). Nem ele e nem minha mãe acreditavam, porque foram sete tentativas. Foi uma emoção muito legal”, conta o chefe do Executivo.

Conforme o JC noticiou, o pai do prefeito teve um AVC em janeiro do ano passado, pouco tempo depois da posse do filho e, desde então, estava acamado. O quadro se complicou e ele morreu na noite desta quarta, aos 86 anos, na casa onde vivia, vizinha de onde reside o chefe do Executivo bauruense, conforme o JC noticiou. Clodoaldo Gazzetta deixa, além do filho Clodoaldo Armando Gazzetta, a filha Debora Paula Gazzetta; a esposa, a professora Dóris Lambertini Gazzetta; a nora Lázara Gazzetta; e a neta Ana Luiza.

VIDA SIMPLES

Pallu Roberto/Assessoria da Prefeitura
Gazzetta: “Ele sempre foi inspiração de humildade e amizade”

Trabalhador, homem simples, religioso, palmeirense “roxo”, adorava pescar e sempre apoiava a família e os sonhos de cada um deles. É assim que o prefeito de Bauru define o pai, que foi bancário por 25 anos e veio com esposa e filhos para Bauru quando Gazzetta tinha 6 anos de idade. Por aqui, trabalhou na antiga Sambra (empresa que produzia óleo a partir do algodão e amendoim) e se aposentou na Companhia de Energia do Estado de São Paulo (Cesp).

“Meu pai sempre foi uma pessoa muito simples. Nunca teve questão de ter coisas na vida. Por onde ele trabalhou, sempre foi muito querido e inspiração para as pessoas em termos de humildade e amizade”.

PAI E FILHO PREFEITOS 

Clodoaldo Armando Gazzetta reitera que seu pai sempre foi um homem apaixonado pela vida pública: um político de coração. “Talvez, um dos únicos do Brasil ou do mundo a ver seu pai e seu filho ocuparem missões públicas como prefeito. Primeiro ele viu meu avô como prefeito de Nova Odessa (SP), por três mandatos, e, anos mais tarde, eu me tornar prefeito de Bauru. Ele era muito orgulhoso disso. Seus olhos brilhavam ao contar esses fatos”.

CONDOLÊNCIAS 

O prefeito Clodoaldo Gazzetta recebeu condolências de figuras da política em nível nacional. “Recebi uma mensagem muito bonita do ministro Gilberto Kassab, que é líder do PSD. O candidato ao governo do Estado Márcio França fez questão de me ligar e falou: ‘Eu queria estar junto com você nesse momento, mas a campanha eleitoral não permite’. Fiquei muito feliz com a ligação dele porque é uma forma carinhosa de demonstrar uma relação na política que a gente construiu ao longo do tempo. Ligar para alguém é sinal de carinho”, frisa.

Na mensagem, Kassab diz “quero expressar meu pesar pela perda de seu pai. É um daqueles momentos que passamos a vida desejando que não chegue. Sonhando que um milagre impeça a chegada desse dia. É muito triste! Mas ele continuará te acompanhando, torcendo por você e vibrando com seu sucesso. Receba meu fraterno abraço”, escreveu.

O prefeito Gazzetta emitiu uma nota, no final da tarde dessa quinta-feira (23), para expressar o sentimento de gratidão às manifestações de carinho recebidas após a notícia da morte de seu pai. “É um momento de agradecer a todos que estiveram com a gente neste momento”, diz trecho do texto.

‘Bem-humorado’

Wilson Brasil de Arruda trabalhou com Clodoaldo Gazzetta no Cesp por 15 anos. “Ele sempre foi um homem prestativo, parceiro e, acima de tudo, amigo. Ele era, também, muito bem-humorado. Nos recebia com aquele sorriso carinhoso e dizia: ‘Olha, não esqueça que o amanhã pertence a Deus. Então, vamos estar de bem com a vida, porque a vida é isso: estar de bem com todo mundo, em todos os momentos'”, recorda-se.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/Geral/2018/08/prefeito-clodoaldo-gazzetta-da-adeus-ao-seu-maior-apoiador.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here