OBESIDADE: UM OLHAR SOBRE A SUA RELAÇÃO COM A DEPRESSÃO

0
511

Nunca despreze as pessoas deprimidas. A depressão é o último estágio da dor humana.[1]

Augusto Cury

            Neste Psicologia em foco será dado continuidade ao estudo sobre a visão emocional da obesidade, mais especificamente sobre a sua relação com a depressão que, de acordo com o Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais [recurso eletrônico]: DSM-5 (2014) “[…] é a presença de humor triste, vazio ou irritável, acompanhado de alterações somáticas e cognitivas que afetam significativamente a capacidade de funcionamento do indivíduo”.

            Quanto a sua relação com a obesidade, de maneira geral, pesquisas atuais apontam que pessoas que se encontram obesas estão mais propensas a depressão que pode levar a um aumento de apetite, tendo em vista que o alimento se torna um “antidepressivo”, uma vez que prove o alívio ao sofrimento.

            Por fim, é importante salientar, que tratamento mais indicado é Psicoterapia, acompanhamento médico e/ou nutricional, além de apoio familiar e social.

Luciana Juarez Rodrigues

Psicóloga Clínica

CRP nº 06/78092     

[1] https://www.pensador.com/autor/augusto_cury

Deixe uma resposta