O que falta em Bauru hoje?

0
1860
Aérea de Bauru

Revitalização do centro, nova geração de políticos, mercado municipal…
Confira o que os bauruenses querem para a nossa cidade!

“No aspecto políticas públicas, precisamos melhorar bastante o acesso à saúde, principalmente exames de alta complexidade, internação e cirurgia. O atendimento básico (núcleos e UPAs) é bom. A educação está bem articulada, embora faltem vagas em creches, o maior gargalo. Por outro lado, Bauru precisa de mais equipamentos culturais, de lazer e de esportes nos bairros para integração saudável de crianças e jovens, acima de tudo, mas também de adultos. No campo da assistência social, a rede de solidariedade voluntária é ampla e, apesar das dificuldades, compensa muito bem as deficiências do poder público. Para que tudo isso que diz respeito à vida humana melhore, não dá para não falar em economia. O dínamo produtivo da cidade precisa ser incrementado com o destravamento da cidade. Também com novos arranjos, definição e fortalecimento de vocações. E isso não depende apenas do poder público, mas de uma articulação deste com a iniciativa privada. Um PIB maior gerará ciclos virtuosos em todos os setores e a chance de uma cidade bem mais justa e equilibrada, inclusive em suas infraestruturas física (como a viária) e ambiental”. João Jabbour, jornalista e diretor de redação do Jornal da Cidade

“Bauru é uma cidade com pessoas hospitaleiras, que estão prontas e de braços abertos para receber os estudantes que chegam ano após ano. Somos referência na educação, somos fortes no turismo de negócios e estamos enfrentando a crise bravamente e com muita criatividade. Como bauruense nata, nada me entristece mais do que ver o abandono da nossa área central! É fato que já houve uma melhora considerável. Porém, ainda está longe de ser o centro da cidade dos meus sonhos. Na minha opinião, o que realmente falta em Bauru é revitalizarmos a área central. Muito se fala sobre essa possibilidade; temos grandes projetos, mas estão engavetados. Isso faz com que o tempo passe e a nossa área central se deteriore. O resultado é que deixamos de atrair mais investidores que poderiam gerar mais empregos e riquezas para a nossa cidade. A área central foi o ponto de partida para o desenvolvimento de nossa cidade. Temos lojas com mais de 90 anos de história; comerciantes que lutam diariamente para manter o comércio atraente. Eles não estão recebendo a devida ajuda para que a cidade como um todo seja ganhadora. Não se trata somente de mantermos parte da nossa história viva, mas também de investirmos no desenvolvimento e crescimento do comércio central. Com a revitalização, Bauru ganharia uma nova perspectiva; teríamos um comércio mais robusto, com mais empregos, mais investidores, com novos moradores, parques, bares, restaurantes e muito lazer. Passaríamos a ter um centro da cidade muito mais bonito, seguro e atrativo. A revitalização da área central é um sonho de muitos bauruenses que lutam por uma cidade mais bonita, inclusiva e próspera”. Patrícia Rossi, empresária e presidente da ACIB

“Vejo Bauru como uma cidade promissora e crescendo a cada dia. Estamos com um novo comando, onde vejo o nosso prefeito Gazzetta se preocupando e se empenhando com todos os problemas da nossa cidade. Talvez falta um ginásio de esportes à altura da nossa querida Bauru para podermos assistir às finais dos nossos campeonatos de voleibol. Talvez investirmos mais um pouco na saúde do nosso sofrido povo bauruense que tanto precisa de cuidados médicos”. Paulo Martinello, empresário contábil

“Falta muita coisa, como falta na maioria das cidades. Mas, sem dúvidas, falta conversa da prefeitura com empresários. A cidade precisa de emprego! O Gazzetta sumiu! Não tem liderança! E falta um deputado federal da cidade forte. Bauru perdeu o passo do crescimento”. Thiago Concer, palestrante de vendas mais contratado do Brasil

“Nossa, faltam tantas coisas… Mas uma delas é um aeroporto mais bem cuidado, com voos para São Paulo mais viáveis. Também falta um teatro estruturado para apresentações de trabalhos maiores”.

Alceu Rodrigues, diretor da 94 FM

 

“Em Bauru falta mais atenção e carinho dos próprios moradores com a cidade. Nós, cidadãos, precisamos fazer mais e esperar menos dos administradores no que nos cabe”.

Giuliano Tamura, jornalista e apresentador da TV Tem

 

“Acredito que o que falta em Bauru é um planejamento urbano que olhe para o futuro e possibilite que a cidade cresça de forma organizada. Falta à prefeitura mudar para a Estação Ferroviária e os galpões da rede se tornarem a Cidade Judiciária, que abrigaria o Fórum e os cartórios. Também seria viável fazer uma ligação entre os dois polos e ligar uma linha de trem urbano até o distrito e um terminal de ônibus urbano ao lado da Pedro de Toledo”. Sivaldo Camargo, diretor artístico da Companhia Estável de Dança

 

“Há tempos me manifesto percebendo duas coisas que faltam em Bauru. Uma delas é o apoio do governo municipal ao empreendedorismo. A outra é um mercado municipal, como já conheci em várias cidades médias do Brasil”. Paulo Milreu, professor, palestrante e fundador da Viking Network

 

“Uma consciência maior da população para com a necessidade da manutenção e ampliação da arborização urbana”. Luiz Pires, diretor do Zoológico Municipal de Bauru

 

 

“Estamos todos cansados da atual falência política do país e que também atinge a nossa cidade e toda a região. Nos últimos meses, a desigualdade cresceu, o desemprego está em quase 14% e cerca de um terço dos cidadãos dizem que deixariam o país se pudessem. Nós, bauruenses, precisamos de uma nova geração de líderes com coragem, responsabilidade e determinação para mudar o rumo político e que unam as pessoas no lugar de dividi-las. Precisamos de renovação política com ética, propósito de mudança e propostas de qualidade. A hora é de diálogo, trabalho conjunto e construção”. Edu Avallone, empresário e advogado

 

“Faltam em Bauru mais parques verdes com atrações culturais e esportivas para a população”. Fávio Manfrinato, vereador

 

 

 

Deixe uma resposta