Nota de Esclarecimento

0
739

O Hospital Beneficência Portuguesa de Bauru esclarece que se disponibilizou a receber pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que obtiveram medida judicial para internação imediata. Porém, para que essa internação se concretize, é necessário seguir alguns trâmites:
1) Ao conceder a medida judicial, a Justiça dá um prazo de 48 horas para a Secretaria de Saúde providenciar a internação do paciente via Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) – órgão que gerencia vagas nos hospitais do Departamento Regional de Saúde (DRS-6) e de outros DRSs.
2) Transcorrido esse tempo e, caso a internação não seja concretizada na rede pública, o Hospital Beneficência Portuguesa de Bauru recebe um ofício da Justiça solicitando a vaga.
3) O departamento de gerenciamento de leitos do hospital, então, avalia a capacidade técnica da instituição para receber o paciente. Ele só pode ser aceito se houver vaga disponível no momento da solicitação.
Desta forma, vale esclarecer que os pacientes ou familiares não devem se dirigir diretamente ao hospital para solicitar a vaga, já que essa solicitação deve ser notificada pela Justiça. A instituição se disponibilizou a dar o suporte para os pacientes de SUS via medida judicial, no entanto, só pode fazer isso se tiver vaga para recebê-los. E, como é de conhecimento de todos, os hospitais estão passando por um período de grande demanda de atendimento.

Deixe uma resposta