Nós queremos a nossa Bauru limpa

0
760

Nenhuma cidade do mundo consegue manter-se limpa, bem cuidada e agradável se não houver corresponsabilidades entre o poder público e a comunidade. As cidades que nos encantam pelos cuidados e uma boa aparência são o resultado de um eficiente serviço de limpeza e fiscalização, atenta aos espaços públicos e privados. Dedicação e zelo permanentes com pequenos detalhes fazem toda à diferença e não é errado pensarmos que Bauru também pode caminhar nesse sentido. Foi pensando nisso que a Associação Sem Limites, entidade da qual sou presidente, está com a campanha #CidadeLimpa com frentes de divulgação cidadã por meio de carro de som, mídias sociais, outdoor, busdoor, e panfletagem nos mais diversos bairros.
Iluminação inexistente ou deficitária. Sequência de lâmpadas queimadas ou com defeitos, o que faz com que muitos trechos de ruas fiquem numa escuridão assustadora. Capinzal e vegetação, quase matagal, que denotam desleixo e falta de preocupação com o visual da cidade e com a saúde pública (onde tem sujeira e falta de cuidado, sempre há riscos da proliferação de insetos e animais peçonhentos). Vias importantes e acessos à cidade sem receber com regularidade equipes de limpeza, evidenciam que este setor não está funcionando como deveria. As marginais de muitas rodovias que cruzam nossa cidade não causam uma boa impressão, muito pelo contrário; deixam muito a desejar. Essa não é a cidade que queremos!

 

O lixo, esse merece um capítulo à parte. Como dá problema.Impressionam as constantes falhas também nesse setor. Será falta de pessoal e equipamento ou é problema de gestão mesmo? Ou um pouco de cada coisa. Além dessas atribuições de responsabilidade da Administração, há outra questão que precisa ser exercida com rigor. Uma fiscalização sobre áreas privadas que armazenam entulhos e ficam meses e anos sem limpeza. O poder público precisa intensificar as notificações e cobrar mudanças e, além disso, ser transparente com o munícipe apontando quais locais foram alvos de ações e quais os resultados alcançados.
Mas também tem o outro lado da moeda. Não adianta a fazer uma cobrança do poder público se a população não fizer a sua parte.Tem muita coisa que não depende só do serviço público. Vale aqui a máxima: se todos limparem à frente de suas casas, logo a cidade estará limpa.
Esses são alguns cuidados que podem contribuir em muito pra mudar esse cenário, atualmente não muito animador. Façamos todos nossa parte. E não vamos deixar de sempre desejar uma #CidadeLimpa melhor para todos.

Advogado; presidente da Avallone Advogados e da Associação Sem Limites.
Facebook: fb.com/eduavallone

Deixe uma resposta