Moro diz não ter nada a esconder e que mensagens podem ter sido alterados

0
937
Brazilian Federal Judge Sergio Moro, incoming Brazilian Justice and Public Security Minister, gestures a press conference at the Federal Justice Court in Curitiba, Brazil on November 06, 2018. (Photo by Heuler Andrey / AFP)

O ministro da Justiça, Sergio Moro, disse nesta quarta-feira (19), em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que não tem nada a esconder sobre mensagens de conversas atribuídas a ele e procuradores da Operação Lava Jato. O ministro também afirmou que os dados podem ter sido alterados.

Moro foi à comissão dar explicações sobre as supostas mensagens, que começaram a ser divulgadas pelo site The Intercept no dia 9 deste mês. Os diálogos teriam ocorrido por meio de um aplicativo, na época em que Moro era o juiz responsável pela Lava Jato no Paraná. De acordo com The Intercept, os dados mostram que Moro orientou a atuação de integrantes da força-tarefa da Lava Jato.

“As supostas mensagens, obtidas por meios criminosos, podem ter sido alteradas”, afirmou o ministro na CCJ.

“A questão do aplicativo de encaminhar eventualmente uma mensagem é apenas porque ali existia uma dinâmica muito trabalhosa dentro da 13ª vara e eventualmente pode ter havido uma mensagem, mas nada do que não seria normal. Não estou dizendo mais uma vez que eu reconheço a autenticidade. Do texto, eu li e vi muitos que se pronunciaram não viram qualquer espécie de infração”, disse o ministro.

Deixe uma resposta