Ford Bronco e sedan do Homem de Ferro: carros que devem chegar ao Brasil em 2021

0
424

O último ano foi muito desafiador para a indústria automotiva, e alguns lançamentos foram adiados por causa da pandemia de Covid-19. Para este ano, as montadoras tiram das gavetas os projetos que foram pausados.

Entre os lançamentos, a estratégia de duas montadoras chama atenção. A Ford, que passa por uma reformulação global, deve reforçar seu portfólio e tentar se posicionar como uma opção para o público de alta renda. Chega ao Brasil a atualização do Mustang, o clássico muscle car da montadora.

Já a Audi continua sua ofensiva elétrica. Dos quatro carros que devem ser lançados pela marca alemã no Brasil em 2021, apenas um é movido por gasolina e diesel. Entre os lançamentos da montadora está o carro mais potente já fabricado pela empresa, que também é elétrico.

A Fiat, que por enquanto só confirmou a chegada do 500 elétrico ao Brasil, promete lançar seu primeiro SUV e entrar em um mercado extremamente concorrido e que vem crescendo no mercado nacional. Atualmente, o líder do segmento é o T-Cross, da Volkswagen.

Veja a lista de novidades já confirmadas para 2021 –lembrando que a maioria das montadoras não revela o calendário de lançamentos.

Peugeout 208 e-GT

A lista já começa com um carro elétrico. A Peugeot manteve o design do Novo 208 “normal”, movido a etanol e gasolina, e mostrou que os elétricos podem ter a cara de um carro comum.

O modelo fabricado na Argentina chega ao Brasil nos próximos meses. O preço do carro ainda não foi divulgado pela montadora francesa. Por enquanto, o o JAC iEV20 é o carro elétrico mais barato do Brasil, vendido a R$ 139.990.

Foto: Divulgação/Peugeot

Bronco

A Ford confirmou o lançamento do SUV Bronco em 2020. O carro chega ao Brasil para concorrer com o Jeep Compass e preencher uma lacuna no portfólio da montadora, que tem um espaço em branco entre a EcoSport e a Territory, lançada no ano passado.

A família Bronco tem três versões. Duas delas foram feitas para conquistar o público que gosta de se aventurar fora do asfalto e outra tem uma pegada mais urbana.

Foto: Divulgação/Ford

Mustang Mach 1 

Esta é uma versão intermediária, que se coloca entre o Mustang GT e o Mustang Shelby. O novo muscle car ganhou um motor V8, que se tornou um símbolo de desempenho para os carros dessa categoria.

Esta é uma novidade que empolga os fãs do carro que faz parte da história dos Estados Unidos. O Mustang está presente nas concessionárias brasileiras da Ford desde 2018.

Foto: Divulgação/Ford

Ranger Black

A Ford deve lançar a nova geração de picapes Ranger só em 2023. Enquanto isso não acontece, a montadora lança uma versão com vários detalhes pretos para ganhar um tempo de respiro.

Apesar de ter os mesmos atributos de suas irmãs, a Ford deve vender a Ranger Black com o argumento de que a nova picape é ideal para quem quer “superar os desafios das grandes cidades”.

Foto: Divulgação/Ford

 

Volkwagen Taos

O novo SUV da montadora alemã se posiciona acima do T-Cross, que vendeu bem em 2020, e abaixo do Tiguan All Space. O carro tem radar detector de pedestres, sistema de frenagem autônoma de emergência, sensor de tráfego traseiro e detector de pontos cegos.

Foto: Divulgação/Volkswagen

 

Audi A3

2021 é um ano de incertezas para a Audi. A empresa não confirma se vai continuar a operar sua fabrica em São José dos Pinhais, no Paraná. Enquanto isso, vai importar o novo A3, que chega à quarta geração com design renovado.

Foto: Divulgação/Audi

e-tron GT

Este é o carro usado por Tony Stark, o Homem de Ferro da Marvel, no último filme da franquia Vingadores. O modelo de luxo chega ao Brasil como o terceiro carro elétrico da Audi a ser vendido por aqui.

O modelo vai de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e alcança uma velocidade máxima de 240 km/h. As baterias do e-tron GT dão a ele autonomia de 400 quilômetros.

Foto: Divulgação/Audi

e-tron Sporback S

Mais um elétrico chega ao Brasil em 2021. No nome, o novo modelo só tem um “s” de diferença para o e-tron Sportback, mas, na prática, ganha um motor e fica com três motores elétricos. Com a mudança, cada uma das rodas traseiras tem um motor independente.

Ele anda mais rápido que seu primo sem o S, mas não vai tão longe. A nova versão vai de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos, contra 5,7 segundos do modelo convencional. O irmão mais velho, por outro lado, tem autonomia de 446 quilômetros contra 360 quilômetros do Sportback S.

Foto: Divulgação/Audi

 

RS e-tron GT

A ofensiva elétrica da Audi inclui, agora, sua linha mais potente. O elétrico com assinatura RS é o oitavo da linha esportiva da montadora alemã a chegar ao Brasil desde o ano passado. Este é o carro mais potente já fabricado pela Audi.

Foto: Divulgação/Audi

500 elétrico

Além de seu primeiro SUV, a Fiat vai lançar uma versão de um carro já muito conhecido. O 500 será o primeiro véiculo 100% elétrico vendido pelo grupo FCA. A versão sustentável do hatch chega ao Brasil no meio do ano, segundo a montadora.

Foto: Divulgação/Fiat

Kicks 2021

O lançamento da nova versão do SUV no Brasil é aguardado para o mês que vem. A Nissan ainda não deu detalhes sobre o carro, mas o mercado fica de olho nos lançamentos em outros países para ter uma pista do que vai chegar aqui. No Japão, o carro ganhou uma grade frontal consideravelmente maior e manteve o design da traseira.

Deixe uma resposta