Estado de SP tem menor número de internados em UTI por Covid desde abril de 2020

0
48
Ocupação de leitos de UTI caiu para 30% no estado Breno Esaki/Agência Saúde DF

São menos de duas mil pessoas internadas em todo o estado, sete vezes a menos do que o registrado durante o pico da segunda onda

Neste domingo (10), o estado de São Paulo tinha 1.991 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva em razão da Covid-19, o menor número em 552 dias. A última vez que o dado ficou abaixo desta marca foi em 6 de abril de 2020, quando 1.966 pessoas estavam em UTIs devido ao vírus.

Somando os 2.180 pacientes em leitos de enfermaria, o estado contabiliza 4.171 hospitalizados pela doença no total. O número é sete vezes menor se comparado ao pico da segunda onda, em abril deste ano, quando São Paulo registava mais de 31 mil pacientes com a doença.

Os dados de ocupação de leitos seguem em baixa histórica na pandemia, com 30,8% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados no estado, e 38,2% na Grande São Paulo. Nas últimas 24 horas, São Paulo registrou 518 novos casos e mais 28 mortes.

Avanço da vacinação

Os baixos índices da pandemia no estado são um reflexo do avanço da vacinação contra a Covid-19. Neste domingo, São Paulo alcançou a marca de 80% da população adulta totalmente vacinada contra a doença — já foram mais de 66 milhões de doses no total, incluindo um milhão de doses de reforço.

Na última quarta-feira (6), o governador paulista João Doria (PSDB) apresentou o novo calendário para a aplicação da dose adicional, a partir desta segunda-feira (11).

Segundo o governo paulista, vacinados com a segunda dose em abril que tiverem 80 anos ou mais poderão se vacinar entre 11 e 17 de outubro. Do dia 18 até 24 de outubro, poderão se vacinar pessoas de 75 a 79 anos que tomaram a vacina no mês de abril.

Entre os dias 25 e 31 de outubro, passam a ser contempladas pessoas de 70 a 74 anos. E de 1º a 7 de novembro, podem se vacinar pessoas de 60 a 69 anos, sempre para quem tomou a segunda dose em abril.

A capital do estado permanece aplicando a dose de reforço em idosos acima de 60 anos e em profissionais da área de saúde. A cidade mantém a imunização durante todo o feriado, com atendimento nas AMAs e UBSs Integradas, que funcionam das 7h às 19h; e nos megapostos, das 8h às 17h.

 

FONTE: CNN Brasil

Deixe uma resposta