Em aceno a igrejas, Doria define cultos e missas como serviços essenciais na pandemia

0
474

Com o decreto, igrejas podem funcionar em qualquer nível restritivo do Plano São Paulo. O estado vive atualmente a pior fase da pandemia

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinou um decreto nesta segunda-feira 1 para definir como essenciais as atividades religiosas “de qualquer natureza”. A medida deve ser publicada na terça-feira 02 no Diário Oficial do estado, e foi anunciada pelo próprio governador nas redes sociais.

“Esperança, fé e oração. Com vacinas, vamos vencer a Covid”, declara Doria em vídeo, cercado de apoiadores da medida em sala do Palácio dos Bandeirantes.

Com isso, independente da fase restritiva a qual o estado está submetido, as igrejas poderão permanecer abertas. Atualmente, São Paulo vive a pior fase da pandemia desde seu início e classifica quase todo o estado na fase laranja, a segunda mais rígida.

Fonte: https://www.cartacapital.com.br/cartaexpressa/doria-define-cultos-e-missas-como-atividades-essenciais-em-sao-paulo/#.YD0rbH37pE8.whatsapp

Deixe uma resposta