Com 800 animais, ONG tenta elevar adoções com excursões

0
239

Arca da Fé levará 20 visitantes todo domingo até o seu abrigo, na zona rural

Visando estimular a adoção responsável e prestar contas para a população, a ONG Arca da Fé decidiu promover excursões dominicais para o seu abrigo de animais, a partir do próximo dia 22, com saída do Vitória Régia, em Bauru. Os interessados deverão ir até o parque sempre a partir das 11h30. 20 visitantes serão levados todo domingo até o local.

Situado na área rural da cidade, o abrigo tem dois alqueires e cerca de 800 bichos, entre cães, gatos, cavalos, aves etc. Trata-se do maior volume de animais recolhidos da história da ONG.

Presidente da entidade, Vanessa Araújo conta que a média de adoções caiu. Antes, eram de 40 a 50 bichos por mês. Agora, este índice reduziu para 15 a 20. Por isso, a necessidade de ações como as excursões ao santuário.

Vanessa ainda narra que a maioria dos abrigados, composta por cães, foi vítima de maus-tratos ou abandono.

O espaço surgiu há quatro anos com o objetivo de dar um lar temporário ou, em alguns casos, permanente aos animais. “Aqueles que não conseguirem um adotante poderão viver por lá até o final das suas vidas”, acrescenta.

Segundo Vanessa, os resgatados passam por uma espécie de triagem, que identifica a necessidade de vacinação, vermifugação e castração. Os procedimentos são executados dentro do próprio abrigo.

Na hora de adotar, os interessados se submetem a uma entrevista e, frequentemente, recebem visitas dos voluntários da ONG. Ao todo, há 30 ajudantes diretos e outros 100 indiretos, que auxiliam nos eventos da instituição.

SANTUÁRIO

O abrigo possui diversas alas e, em breve, terá uma lagoa ornamental. Para manter o espaço, a Arca da Fé precisa de, em média, R$ 35 mil por mês. “Entre as despesas, estão: pedreiro, materiais para construção, combustível, médicos veterinários, cirurgias, medicamentos, contador, alimentação e energia elétrica”, revela.

O dinheiro vem da arrecadação nos semáforos, dos padrinhos do projeto e do auxílio-resgate. “Quando o animal possui dono, mas ele decide se mudar para um apartamento, cobramos R$ 200,00 para recolhê-lo. A verba paga o tratamento do próprio bicho”, descreve.

De acordo com a presidente da ONG, nem todos os animais ficam no abrigo por muito tempo. Aos domingos, a Arca da Fé leva o Adoção Móvel ao Parque Vitória Régia, das 11h30 às 17h.

A partir do dia 22, a ONG manterá a iniciativa e, paralelamente, utilizará um micro-ônibus para transportar 20 visitantes, por domingo, ao abrigo. Lá, os interessados também poderão adotar os bichos preparados para tanto.

QUER AJUDAR?

Se alguém quiser colaborar com a Arca da Fé, basta entrar em contato com a Vanessa, através do (14) 99889-8178.

Fonte: https://www.jcnet.com.br/noticias/geral/2020/03/717395-com-800-animais–ong-tenta-elevar-adocoes-com-excursoes.html#.Xmoy35zZBgU.whatsapp

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here