400 Edições depois

0
410

Por: Zarcillo Barbosa

Era uma vez um jornal que se chamava Diário de Bauru. Eu, era o responsável pela redação e tudo o mais. Luiz Carlos Cordeiro, o diretor comercial. Lembro-me que era uma noite fria no mês de agosto, quando os ventos carregados de poeira começam a soprar aqui em Bauru. Cordeiro chegou no fechamento do jornal e me contou do seu projeto de fazer um voo solo. Fundar uma revista que falasse dos fatos da cidade, coisas da sua gente e de até dos animais. Desde que bauruenses…
Senti a sua determinação. Tinha até um nome: Atenção. Apolítica mas, corajosa na defesa dos interesses da cidade. Procurei ser sincero. Como jornalista, já havia testemunhado o surgimento e a morte de muitas revistas. Não duravam mais do que alguns meses, assim mesmo na base do entusiasmo, logo substituído por decepções. Nada o abalou. Estava firme no seu objetivo. Combinamos que ele permaneceria no DB durante algum tempo, até que os negócios se firmassem.
Hoje, quatrocentas edições e 34 anos depois, estamos aqui para festejar o sucesso do Cordeiro. A revista, autenticamente bauruense como planejara o fundador, encorpou e se expandiu. Tornou-se regional. Com a revista, Cordeiro criou os filhos, construiu sua casa e sustentou a família com dignidade. Teve tanta sorte que conseguiu fazer com que a esposa Norma, o Carlinhos e o Luiz Alberto também amassem a revista. Deus levou o meu amigo quando já havia consolidado o seu sucesso. A revista continua, cada vez melhor, com os seus herdeiros. O Prêmio Atenção, ideia exclusiva do Cordeiro, continua sendo a festa mais bonita de Bauru. Exalta o empreendedorismo, a criatividade e a competência dos bauruenses em todas as áreas da atividade humana.
Eu, que achei que a Atenção não passava do terceiro número, rendo-me aos méritos do velho companheiro, e da família que soube construir para honrar a todos nós. Que venham outras 400 edições.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here